o dia de hoje

chegou, por fim, o dia que marca toda esta aventura. o dia em que, perante os meus superiores no emprego, expliquei o que se iria passar. que me ia. que ia viajar. que era uma decisão louca. arriscada, quem sabe, mas que tinha de ser tomada. não podia adiar mais. é agora. foi! para quando? - perguntaram - no fim de março - respondi. depois vou estar mais um mês por cá a resolver coisas pessoais e vou-me por aí, sem destino, sem rumo, sem desta cidade àquela, sem pensar no amanhã e no que virá! um dia a seguir ao outro, calmamente, sem pressas! Nós os dois e o mundo! dois num mundo...dois numundo...2numundo!

o momento pôs-me nervoso, mas nunca com dúvidas. a decisão já estava tomada, era só caso de adiar mais uns dias ou não. não quis, ou o peso sobre os ombros aumentaria. saiu um, entrou outro. o peso de tentar ser feliz durante este tempo, de tentar fazer outra pessoa feliz...todos os dias, sem que um seja igual ao outro. sem repetições, sem monotonia, sem discussões! só com um ritmo marcado, o ritmo do desconhecido, do inesperado, do desigual! não me arrependo de nada. nada! a vida é o que cada um fizer dela. nunca me acreditei na história do deus quiser. se assim fosse, nunca sairia do lugar...só se deus quisesse. mas eu quero! eu - um ser mais forte! o dia foi hoje e estou contente com isso. agora, sei que, no que toca a nós, não há volta a dar! vamos!

2 comentários:

César Fernandes disse...

Boas, finalmente passou então o dia, já é oficial. Parabéns, só espero que corra tudo bem nesta tua aventura, e agora vai ser só roer as unhas até chegar o dia da primeira pedalada...

Boa sorte, e já sabes se precisares de alguma coisa...

Abraço

Rui Cordeiro da Silva disse...

O Rafinha passou-se...

Mas, de qualquer forma, FELICIDADES!!!

Abraço

Posts mais populares