burgos!

o despertador estava marcado para tocar às 10h30, mas eram 7h20 e já eu estava acordado. lá fora, já ouvia pessoas a caminhar em direcção a santiago. dentro da tenda, estava um frio imenso. a noite, tinha-a passado bem e, como vim a confirmar com a tanya depois, só nos pés tínhamos sentido algum frio. antes de a acordar, saí da tenda e pude confirmar o frio que sentia. lá fora, devia ter sido uma noite de graus negativos, pois tudo estava coberto com uma camada de gelo. o sol começava aos poucos a derreter o gelo que se acumulava por todo o lado e na tenda, a água escorria até ao chão. voltado à tenda e ao quente do saco-cama, ainda escrevi quase uma hora, até que me decidi a acordar a tanya, que "roncava" ao meu lado sem que nada a demovesse! com os olhos todos remelados, tomámos o pequeno-almoço e fizemo-nos à estrada mas, não sem antes repararmos, que na desmontagem da tenda, no organizar de tudo e no trajecto até à estrada, havíamos ficado com uma camada tão grande de terra húmida nos ténis que, viajar com aquilo, iria pesar-nos mais 2 quilos a cada, pelo menos. novamente as bicis encostadas às ruínas da casa e era ver-nos aos dois a atirar os ténis com toda a força contra as paredes e postas de barro a serem atiradas pelo ar!

o caminho para burgos era curto, cerca de 36km e, na noite dentro da tenda, ficámos a saber que o contacto que tínhamos do couchsurfing, afinal deixou de o ser, pois o casal tinha feito outros planos e não estava em burgos. azar. fizemos outro contacto, mas que só podia receber-nos a partir de terça. essa noite, teríamos de nos desenrascar e isso passava por ficar num albergue de peregrinos.
optámos por ir pela estrada até esta nos deixar duas hipóteses: ou íamos dar uma volta gigante para ir para burgos; ou optávamos por tomar o caminho de santiago e cortar a direito. a segunda opção foi a escolhida e ainda bem! acreditamos veemente que somente uma minoria das pessoas que fazem este caminho, o faça por causas religiosas. a maior parte, temos a certeza, fá-lo por prazer. é um trajecto lindíssimo, por meio de paisagens de perder de vista, onde se encontram pessoas de todo o mundo, onde o espírito de viagem, a partilha, a ajuda e o sentido de amizade são valorizados ao máximo! infelizmente, são poucos os jovens que o fazem. as pessoas mais velhas, a partir dos 50 anos, são imensas. as aldeias têm sempre pessoas, na rua é sempre possível falar um pouco com toda a gente, porque toda a gente vem para o mesmo...ter prazer! as subidas a pique que existem, são acabadas com um olhar cá para baixo e a vista que se tem, compensa qualquer elevação à nossa frente!

burgos chegou, assim, num instante! depois de termos pago 3€ cada para ficarmos no albergue, de termos tomado um duche bem quente, lavado toda a roupa e preparado os sacos e as bicicletas, descemos até à sala onde todos se podem encontrar. alemães, franceses e espanhóis são a maioria das pessoas que se encontra, mas também brasileiros, portugueses, japoneses, peruanos, noruegueses, o mundo inteiro ali! além do pensamento comum e do mesmo espírito, uma mesma característica iguala quase todos: a maneira de caminhar! dá vontade de rir e a verdade é que todos se riem de todos assumidamente! é bom! os dias a pedalar ou a pé não perdoam e as dores nos pés, nos joelhos, nas costas, começam a aparecer e é ver cada um com o seu mal: ou se arrasta, ou caminha dobrado, ou manca!

a cidade de burgos é uma cidade pequena, à escala espanhola, com uma calma que se entranha aos poucos e que nos dá vontade de ficar uma dia a seguir ao outro! a volta à noite foi curta, pois iríamos ficar pelo menos mais uma noite! no entanto, deu para ver que era uma cidade que, tendo o seu ponto forte na catedral gótica do século XIII, estava cheia de história e de espaços secretos a visitar!



5 comentários:

xistacio disse...

viva a G10!!! bjs cá de casa (do rasta tb, q ja adoptou a avestruz) e nos doi-doi para q não incomodem mais.

Troca Letras disse...

Eu também vou fazer o Caminho de Santiago em 2010, e para dizer a verdade sou um ateu.
Vou pelo espírito de aventura e também para fazer umas fotos.
Também acredito que a maioria das pessoas que o fazem, não são religiosos

wendy+peter disse...

Burgos é muito lindo não é? Qdo a visitei há 2 anos achei que deve ser lindo morar aí. :)
Se tiverem oportunidade espreitem a catedral por dentro é maravilhosa…

familia Palma disse...

gostamos muito de Burgos é uma cidade que realmente apaixona...

estamos a adorar...vamos, força.

recordando54 disse...

Frio nos pés???? Bem vos disse que levassem uns sapatinhos de dormir!!!Risos
Pó amarelo ou é caril ou açafrão, porque bem vi que as especiarias cá em casa tinha sido alvo de assalto. O que vos vale é estarem longe senão qual BPN ,ou Freeport ?já tinham a polícia a investigar-vos.
Contunuem lá pois daqui a uns meses vão ter de prestar contas.
Cuidadinho com esse joelho.
Beijinhos

Posts mais populares