dias duros de neve



sabíamos que ia ser duro mas assim, tão duro? o frio chegou rápido, o frio chegou... muito frio. todos nos dizem que não é normal mas o certo é que ele está cá e nós o sentimos. sabíamos que íamos passar por muitos momentos difíceis mas sabíamos que a qualquer momento, poderíamos mudar o trajecto. o trajecto está mudado! chegaremos a munique e apanharemos um avião até ao egipto onde o calor nos espera! começamos a pensar: "mas queremos provar qualquer coisa a alguém? estamos a ter prazer? queremos continuar apenas para somar quilómetros?" a verdade é que queremos ter prazer e sair depressa da europa! não conhecíamos ainda a suiça e estávamos contentes quando atravessámos a fronteira! enchemos os sacos com comida, em frança, com medo dos preços de genève - a quinta cidade mais cara do mundo! o rui e a iva, aqueceram os nossos dias! "temos um avião para apanhar... não podemos ficar mais dias..." por muito que nos sentissemos bem, com eles e os filhos, não podíamos ficar. vestimos o polar, o gorro, as luvas, dois pares de meias. fecha casaco e assim enchouriçados, saimos à rua onde a neve caía abundantemente! o caminho foi todo feito ao longo do lago léman. a paisagem era impressionante mas o que era mais impressionante, era o esforço feito a pedalar, apesar do caminho ter sido todo plano... há dias assim... feitos para nos chatear. íamo-nos aproximando de lausanne e o frio ia-se aproximando de nós! como chegámos cedo, decidimos aquecer-nos num mini mercado português onde fomos recebidos de braços abertos! estávamos a desejar um sumol de laranja! bebíamos como dois loucos enquanto contávamos a nossa história e na hora da partida, todos se juntaram para nos oferecerem quatro litros e meio de sumol e um queijo bem português! agradecemos por todo o carinho tuga!


passámos duas noite em casa de um casal português: o joão e da letícia, que nos proporcionaram momentos de muita diversão! acordámos e o nosso queixo caiu quando olhámos pela janela!!! estava tudo tudo branco e a neve ainda caía! saímos à rua e encarnámos o papel de pequenas crianças que nunca têm frio! a neve não parava de cair, assim como os ataques com bolas de neve! usámos sacos de plástico para soltar gargalhadas e gritar: "outra vez!!!" e subíamos as longas escadas para voltar a escorregar e acabar cobertos de neve!






foi sem dúvida um dia bem diferente! a noite terminou com um fondue de queijo, com concertina, muito barulho e muitas gargalhadas!!! a neve continuava a cair...

o caminho até fribourg foi duro, o frio tentava congelar as mãos e os pés... antes que isso acontecesse, a anna e a lisa abriram-nos a porta de casa e o calor humana com dez pessoas à mesa para jantar, salvou-nos! fribourg surpreendeu-nos! gostámos e recomendamos!




foi a caminho de berna que, em desespero, parámos em frente a uma casa e tocámos à campainha, na esperança de nos podermos aquecer no interior! dava vontade de chorar com as dores nos dedos!!! uma senhora veio à janela mas inglês ou francês, eram línguas que não conhecia ... e alemão, não é para nós. fizemos o gesto universal do "tenho frio" e ela compreendeu, e nós compreendemos a expressão universal dela. traduzindo por palavras, daria isto: "pois claro que está frio... claro" e virou costas... se não tivesse os dedos tão frios e a doer, tinha esganado a mulher!!! saímos de berna com a neve a cair e esta caiu a viagem toda! não conseguíamos ver nada... estava tudo branco e ficávamos com neve nas pestanas. nem todas as estrada foram limpas, dificultando-nos o percurso. depois de um tombo na neve, e de um grande cão nos ter assustando, correndo na nossa direcção, querendo apenas brincar, o nosso corpo arrefeceu obrigando-nos a parar num café. não sei se a senhora reparou no meu olhar colado a uma sobremesa, mas o certo é que ela nos ofereceu duas sobremesas deliciosas! e com açúcar no corpo, voltámos a enfrentar o frio. nesse dia, nunca pensaríamos conseguir chegar ao destino! tínhamos medo de cair e o meu (tanya) travão de traz congelou... que dia!


o caminho foi duro e comprido mas a noite foi passada com muita música brasileira, caipirinha e um pezinho de dança! fomos tratados com rei e rainha! comemos até não podermos mais e dormimos com anjinhos!!! obrigada daniel e jessica!

4 comentários:

Anónimo disse...

Egipto soa bem... :) Beijinho,s

Raquel e Diego disse...

Viva o Brasil! Parabéns pela samba!!!

Teresa disse...

Não sei porquê... mas aquele casal magnífico com três filhotes lindíssimos são-me familiares! ;))

Gil disse...

Como me diverto a ler as vossas aventuras!!! :D Agora que já quase se livraram da neve, boa sorte para a passagem pelo continente africano!! Abraços e alguma inveja hehe

Posts mais populares