Frankfurt

Livre, em Frankfurt!

Escolher um destino de férias pode ser difícil – especialmente quando os países estão conectados com tanta facilidade hoje em dia e as escolhas são às centenas – mas existem determinadas cidades que sempre conseguem atrair muita atenção, umas mais óbvias, outras menos, como por exemplo, Frankfurt.

Frankfurt é uma daquelas cidades onde toda a gente já esteve, embora a maior parte só conheça mesmo o aeroporto e que, quem fizer uma visita, ficará certamente surpreendido pela imensa oferta que a cidade proporciona. Aqui estão alguns factos que explicam os motivos.


Tamanho

Frankfurt é uma das maiores cidades da Alemanha como também o maior centro financeiro da Europa continental. Isto significa que quer estejamos a viajar em lazer ou em negócios, existe sempre uma grande quantidade de turistas misturados com locais, com pessoas da área financeira, entre outros. Porém, existem sempre aqueles sítios em que sentirás que, além de estar fora duma gigantesca urbe, estás fora do roteiro normal do turista, como é o caso do Bethmannpark, um antigo jardim privado do banqueiro judeu Moritz von Bethmann, no centro da cidade, onde podes tirar uns minutos longe do burburinho das ruas.


Como chegar?

Como uma cidade que se impõe como centro da Europa, Frankfurt está bem preparada para o turismo, o que faz com que seja uma opção de destino óbvia para viajantes internacionais. O Aeroporto de Frankfurt é, sem qualquer sombra de dúvida, um dos aeroportos internacionais mais movimentados do mundo. Voos a preços acessíveis podem ser encontrados no site da empresa sediada no próprio aeroporto de Frankfurt, a  www.condor.com/pt, cuja frota parte de e para todo o mundo.

História e Cultura

Para quem gosta de uma visita mais cultural, Frankfurt possui mais de 60 museus e galerias de arte, entre outros espaços culturais privados e públicos, tendo ganho já o nome de Cidade das Artes, por onde passam mais de 2 milhões de visitantes por ano. Destacam-se espaços como o Museu Städel,  o Museu de Arquitectura Alemã, o Museu do Cinema Alemão ou o Museu Judaico. O Städel é, possivelmente, um dos museus mais famosos do país e da Europa, tendo sido pensado para a casa do antigo banqueiro Johann Friedrich Städel que deixou em testamento a obrigação de transformar a sua casa num espaço de arte onde se deveria olhar para o trabalho dos novos artistas!


A noite

Como qualquer cidade europeia e jovem, Frankfurt não é só arte, história e finanças. É, também, um espaço de entretenimento e animação nocturna ao nível das maiores capitais do mundo! A vida noturna é incrivelmente activa e isto significa que existem mesmo muitas opções, para os mais jovens, mas também para aqueles por quem a juventude está quase a passar! Desde os bares mais caros com a melhor vista da cidade possível, como o 22nd Lounge and Bar, no 22º andar de um arranha-céus, aos mais underground, como o U60311, por onde passam os melhores Dj’s da actualidade. Como a Alemanha é considerada o berço da música techno, destinos como Frankfurt são uma opção óbvia para quem adora este tipo de música.


Com tudo isto e muito mais para ver e fazer, resta apenas uma conclusão à introdução inicial. Frankfurt não é, afinal, só um aeroporto! O que estás à espera para o descobrir?

Sem comentários:

Posts mais populares